racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - O excepcional  Beagle

O excepcional Beagle

Também na Grécia Antiga pôde-se perceber a existência de um cachorro bastante assemelhante ao Beagle da Inglaterra. Há, em 433 a. c, registros de uma raça de cão capacitado para sentir a presença de coelhos a centenas de metros de distância.
Com o objetivo de se chegar aos cachorros Beagle dos dias atuais, podemos saltar alguns séculos no tempo, mais adequadamente da Grécia A. C até à Inglaterra no século XI, onde existem inúmeros registros de várias espécies que foram sendo acasaladas até chegar ao cão Beagle que atualmente conhecemos. Duas, especificamente, começaram a ser misturadas a fim de apurar os diferenciais que elas mostravam: Galgos Ingleses e Talbot. Essas espécies são definidas como as mesmas linhagens dos cachorros Beagle atuais.
Apesar de pesquisadores conseguirem mapear a origem da grande parte das espécies de cães modernos, no caso do Beagle havia um problema em termos de registros que acabou tornando difícil o trabalho. O termo Beagle, em muitos documentos antigos, era usado para se referir a qualquer cão que fosse de porte médio. Esses documentos eram datados do século XVIII na Inglaterra. Mas esses documentos atestam que durante o mesmo período havia uma preocupação em produzir uma raça de cachorros de pequeno porte que fosse eficaz para a caça, principalmente de lebres e coelhos. É nítido que pra executar esta tarefa o faro aguçado era crucial.
Pelo que estes registros mais recentes apontam, foi graças a uma matilha do reverendo Phillip Honeywood, da Inglaterra, no período de 1830, que se iniciou uma pequena base pra o cachorro Beagle atual. Por volta do século XIX que começou a exportação de cães da espécie Beagle para os Estados Unidos. Foi neste país que a espécie tornou-se bastante famoso. Os cãozinhos norte-americanos ficaram mais renomados naquele lugar do que na sua terra de origem.

Características do Beagle

Além da sua fisionomia doce, o Beagle é um cão audacioso, inteligente, tal como amoroso e radiante. Apesar do seu tamanho mais baixo, não se engane: ele é um cão bastante robusto. Tem orelhas longas que pendem para os lados e pelos curtos, espessos e resistentes. No geral, ele possui três cores e com as pontas da sua pelagem esbranquiçadas.
O peso dos cachorros dessa espécie varia bastante, segundo a estatura e do tamanho do animal. O cachorro Beagle pesa entre 8 e 14 quilos, e, além disso, medir entre 33 e 40 centímetros. Essas informações são da Federação Internacional de Cinofilia.
Os cães da espécie Beagle possuem um grande olfato e quando soltos e sem coleira, podem desaparecer seguindo certo rastro, desprezando inteiramente os comandos de seu dono, mostrando que o seu treinamento deve ser elaborado desde filhote com a finalidade de evitar este tipo de situação.

Temperamento do Beagle

Proprietário de uma característica tranquila e travessa, o cachorro Beagle é capaz de ser bastante sonoro, adorar uivar e ladrar quando não ensinado da maneira apropriada. Por outro lado, isso não faz com que seja um cão complicado de conviver no dia-a-dia. Ele ama brincadeiras com crianças.
É um cachorro de caça adestrado para perseguir presas no campo e acostumado a viver em agrupamentos, o que os torna propensos pra companhia. O cachorro Beagle é capaz de viver bem, seja em um habitat urbano ou campestre. Ele também é bem levado.
Deve ser ensinado para se tornar obediente e atender comandos e chamados dos proprietários, uma vez que tem a tendência de ser birrento. Apesar de sua docilidade e amabilidade, o Beagle pode não ser bom para donos de primeira viagem, uma vez que é um cachorro que necessita de proprietários firmes e com paciência e o seu adestramento é capaz de requerer tempo e bastante empenho. Diversas vezes ele é visto como “inadestrável”, pois sua pirraça é muito grande.
Mas, ele detém uma característica temperamental bastante equilibrada. Pela sua bravura e astúcia, eles chegam a ser classificados, inclusive, como um cachorro alerta, entretanto não são violentos ou tímidos.

Vantagens de se ter um cachorro Beagle

– São bastante serenos e amáveis
– São ótimos com crianças
– Muito amorosos
– Lidam bem com o habitat urbano ou campestre
– Detêm uma excelente sáude
– Não precisam de serem penteados diariamente ou serem tosados muitas vezes

Pontos fracos

– Possuem a tendência de ser destruidores e fujões
– São bastante teimosos
– Têm tendência a se tornarem obesos
– Quando novos, são bastante barulhentos e bem cansativos
– Embora a sua boa saúde, eles possuem uma tendência a alergias e eczemas
– Outro problema menos frequente, é o chamado “Beagle Tail”, o qual atinge mais cães com a base da cauda grossa. O Beagle Tail é uma infecção das glândulas anais, que constitui uma dobradura entre o rabo e o ânus, abafando o local e provocando inflamação. Para medicar a “Beagle Tail” é essencial a utilização de anti-inflamatórios somadas a antibióticos.

Como cuidar de um Beagle

O Beagle é um cachorro incansável e é por isto que necessita fazer exercícios diários pra gastar sua energia e para que não venha a ser infeliz ou obeso, já que é uma raça muito comilona e possui tendência para ficar obeso. A alimentação do cão Beagle deve ser muito equilibrada e balanceada.
A limpeza não precisa ser frequente, a cada quinze dias, com uma perfeita escovação ao final para retirar os pelos soltos, o que já é suficiente para conservar a limpeza do cachorro em dia. Não se esqueça de cortar as unhas algumas vezes, no momento em que necessário, e realizar uma tosa esporadicamente.
Neste momento, o cuidado precisa ser maior relativo aos olhos e às orelhas. O cachorro Beagle possui a tendência a sofrer com a otite, uma vez que as suas orelhas são muito tombadas e compridas, o que faz com que consigam juntar mais impurezas.
Eles podem sofrer do distúrbio chamado de “Terceira Pálpebra” ou “Hiperplasia da Glândula de Harder”. Ela é caracterizada por criar uma camada de carne bem esponjosa ao redor da área dos olhos do Beagle.

Filhotes de Beagle

Com o objetivo de se adquirir um cão Beagle, verifique a sua origem a fim de que não ocorra contratempos pequenos. Filhotes de Beagle são capazes de ser um desafio e tanto! O Beagle é um cachorro atraente com alma de vagabundo, leal aos seus instintos de caçador.
Os cachorros Beagle podem se tornar maravilhosos companheiros, fazendo uma ótima parceria com seus proprietários ao longo de 14 anos ou até mais, mesmo que ele possa mostrar-se “largadão” ou auto-suficiente.
Em geral, os Beagles, mesmo filhotes, não apresentam qualquer medo ou temor a qualquer coisa, sendo bastante curiosos desde o seu nascimento. Evite adquirir cães bastante arredios, que se escondam das pessoas, já que esse hábito pode complicar a aprendizagem e a socialização do cachorro.
É importantíssimo que, quando escolhido o filhote, ele seja tratado com amor, todavia sem esquecer de estipular limites claros para ele. Deve-se evitar no momento em que o filhote se exceda nas brincadeiras ou que faça coisas erradas. Mostre a seu cão Beagle quem é que manda! Todavia nunca com hostilidade. Conforme os criadores, revisar maus costumes é complicado em qualquer espécie, mas é basicamente impossível quando se trata de um cachorro Beagle.

Curiosidades a cerca do Beagle

– Você já ouviu falar do “Pocket Beagle”? Então, a Rainha Elizabeth I possuía um exemplar desta espécie. Como o próprio título mostra, eles são Beagles de Bolso. Ela tinha um criadouro dessa espécie, onde chegou a desenvolver exemplares que possuía entre 20 e 23 centímetros.
– Sucedeu no ano de 2013 um fato inesquecível em relação a esss espécie: muitos ativistas soltaram muitos Beagles do “Instituto Royal” os quais eram usados como animais de testes para remédios e os demais propósitos.
– A raça ainda é dona de um excelente senso olfativo, já tendo sido usada, ainda, pela polícia norte-americana para exercer a função de cão farejador em aeroportos, buscando contrabandistas de alimentos e drogas.