racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - O que você não sabe sobre o lindo cão Chihuahua

O que você não sabe sobre o lindo cão Chihuahua

A Origem do Chihuahua

Existe demasiada incerteza no que tange ao nascimento da espécie Chihuahua. A possibilidade mais assumida é que a raça seja proveniente do Techichi, um cão bastante pequeno que convivia com os Toltecas, sociedade anterior aos Astecas oriundos do México, no século X. O Techichi era constatado em diversas obras rupestres dos templos nessa época. Estes espécimes teriam sido perpetuados pela civilização asteca, sendo vistos como virtuosos por causa de serem os “líderes” dos espíritos pelas “trevas”.
Outra hipótese confirma que estes cães teriam uma procedência muito mais remota e que sua naturalidade seria o Oriente, fundamentando-se na história miniaturista dos povos orientais e teoricamente foram levados para as terras americanas nas embarcações que faziam negócios com a Ásia.
A única questão em que os estudiosos concordam, se refere à intitulação deste espécime: Chihuahua é a nomenclatura de um dos estados do México onde esses minúsculos cães eram vendidos por intermédio dos fazendeiros aos turistas. O primeiro exemplar foi legitimado oficialmente no início do século XX, sendo reconhecido então no AKC (American Kennel Club).

Particularidades da raça Chihuahua

O Chihuahua é um espécime de orelhas compridas, até mesmo assimétricas para o comprimento do seu corpo, que é pequeno, mais extenso do que alto. Seu rabo é convexo em torno do seu dorso. Este cão poderá ser visto em cores como o fulvo claro, areia, pardo e prateado. Chihuahua é capaz de ser monocromático ou malhado e possui duas alternâncias de pelagem, a curta e a prolongada, tal como a ondulosa, o que é mais raro.
As cadelas Chihuahua têm a tendência de ser bastante peludas e muito grandes, ao passo que, em geral, a pelagem deste espécime é alisada e incrivelmente sedosa. Todas as colorações do cachorro são prováveis, também todas as mesclas de cores e quanto mais esquisito ele for, mais querido eles irão ser. Apesar dessas considerações, a pigmentação mais popular é o rubi fosco.
Devido a sua sensibilidade, determinada pelo seu pequeno tamanho e estrutura física, eles são muito delicados, ainda mais quando filhotinhos. Seu tamanho, tanto para o cachorro como para fêmea, fica entre 15 e vinte e dois centímetros. Apesar de seu comprimento, é similar a um Dobermann e inclusive com um Aidi, que podem pesar até 40 vezes mais do que o Chihuahua.

Psicológico do Chihuahua

O ousado Chihuahua alcançou seu lugar como cão toy preferido devido à sua intensa doação a um único indivíduo. É capaz de viver em paz com outros exemplares, embora com pessoas desconhecidas ele pode ficar mais reservado. Determinados cachorros procuram ser defensores, mas não são bem eficientes nessa situação. O seu temperamento varia: certos cachorros serão muito assanhados, outros mais introvertidos. Porém, na totalidade dos cães podemos notar que ele é um cão bastante genioso.
É um cachorro rápido, alerta, munido de enorme presteza, pleno de entusiasmo e audácia. Como cão de sentinela, o Chihuahua está constantemente ligado. Valente, o cão da espécie Chihuahua pode enfrentar a cães maiores. É muito meigo com o dono, todavia não atura tranquilamente os desconhecidos. Se recear de algo, ele vai latir até conseguir atrair a atenção para ele mesmo.
Caso você deseje ter um cachorro amável, preste muita atenção nesta orientação: você deve ser o padrão. Este animal se espelha bastante em seu dono. Não é um espécime particularmente condescendente com crianças menores e é capaz de morder se atiçado, portanto é mais sugerido para donos adultos, ou para pessoas que tenham crianças mais desenvolvidas, que saibam lidar com o gênio agitado e nervoso do Chihuahua.

Vantagens de ter um pet Chihuahua

Este espécime é muito obediente e adaptável, sem mencionar a sua grande inteligência. Em razão de seu minúsculo tamanho, ele pode viver satisfatoriamente em mansões, prédios e pequenas moradias.
Pela sua rebeldia, ele não é fácil de ser domesticado, contudo esta missão não é nada impossível. Eles comportam-se satisfatoriamente à repetição positiva e são capazes de, na grande maioria dos casos, ser instruídos por qualquer tipo de método. A sociabilização antecipada e extensiva é bem importante ao cão.
É uma formidável espécie de cão para apartamentos ou até condomínios, já que a maior parcela de suas necessidades são capazes de ser realizadas dentro de casa, com brincadeiras ou sessões de recreações. Apesar disso, eles gostam, como as demais espécies, de praticar caminhadas diárias pelas ruas com seus donos.

Problemas comuns do Chihuahua

Você deve estar sempre alerta a nutrição de seus cães, pois os Chihuahuas necessitam de diversos cuidados, principalmente por causa desses espécimes serem onívoros. Entretanto nunca exagere na quantidade! O essencial é excelência. Não conceda para o seu Chihuahua açucares e alimentos que contenham chocolate, estes alimentos são capazes de ser nocivos para seu corpo físico, suscitando distúrbios de diabetes, obesidade e ainda mesmo levando certos cachorros ao óbito em casos mais sérias.
Se o seu cão for obeso, ele pode ter diabetes, sua vida útil vai diminuir e obviamente eles irão ter dificuldades com suas juntas.
Muitos potenciais compradores dessa espécie buscam cachorros grandemente pequenos, todavia é fundamental analisar, no momento da escolha, se não estão doentes ou subnutridos ou, se forem sadios, em algumas situações poderão ter uma vida pequena e graves distúrbios de saúde. Não vá pensando que toda ração é boa! Para qualquer Chihuahua existe um tipo de ração, diferenciando pelo porte, tamanho e peso corpóreo.
Essa raça, porém, é bastante medrosa, possessiva e, em certas ocasiões, muito ameaçadora.

Como cuidar de um Chihuahua

O Chihuahua é um cachorro bem-disposto, mas que pode exercitar-se correndo no interior do lar. Leve-o para uma caminhada com sua família, curtindo o ambiente e deixando-o ir a arbusto e pequenas parcelas de gramados. O Chihuahua não é um cachorro para manter-se do lado exterior. Condições mais geladas não são adequadas para essa raça. Os cuidados com a pelagem são mínimos. Escove-o de duas a três vezes por semana.
Conceda amor ao seu cão reiteradamente. Eles optam por um membro da família como “seu” e sentem muita saudade desta pessoa quando ela se encontra distante.
Nas caminhadas, nunca use coleiras, porém, sim, peitorais. Isso também ajudará a precaver um colapso da traqueia ou do palato mole.
Forneça alimento a seu Chihuahua com ração de ótima qualidade em que o componente mais primordial seja carne. Proteínas não precisam de ser menos de 30%, e gordura, vinte por cento. Fibras devem ser 4% ou menos.

Filhotes do Chihuahua

Independentemente de sua forma reduzida, os filhotes são muito espertos e divertidos. Jamais deixe o seu cãozinho bastante tempo no colo, pois um tombo pode acometer bastante, também aniquilar, o seu Chihuahua. Sua estrutura física, ainda se desenvolvendo, pode ser bem machucada pelas permanentes caídas.
Não é recomendado às pessoas que possuam crianças bem pequenas no lar possuir um Chihuahua como bicho de estimação. Embora, se escolher por comprar um, redobre as suas atenções e nunca deixe uma criança desacompanhada com um Chihuahua.
Crias da espécie são capazes de ser facilmente criados com outros cães e têm o costume de distrair-se muito em brincadeiras e correrias. Mas, ainda que se divertindo, algum incidente é capaz de ocorrer, nesse caso assegure-se de que o seu espécime tenha um tamanho e físico parelho com seus “amiguinhos”. Se quiser banhá-lo, somente o faça a partir dos 5 meses, ou seja, no momento em que a última porção da vacina for dada.
Para adquirir um cão saudável, nunca escolha um filhotinho de um tratador irresponsável ou em uma loja de cachorros sem procedência. A proveniência é bem importante, porque, se os genitores são saudáveis, certamente as suas crias inclusive irão sê-lo, pois há o risco das enfermidades serem hereditárias.

Curiosidades a cerca do Chihuahua

– Essa espécie possui uma existência mais longínqua, conseguindo resistir mais tempo em comparação as demais espécies. E o porte tem o costume interferir, porque o grande Dog Alemão geralmente tem uma vida menos longínqua e o pequeno Chihuahua é capaz de superar os vinte anos. Essa espécie não possui enormes problemas de saúde. A grandessíssima celebridade dos EUA, Marilyn Monroe, estimava esta raça. Ela possuía diversos espécimes de estimação: um felino, um passarinho, um cavalo e diversos cães, o que inclui uma Chihuahua chamada Josepha.