Como alimentar o seu cão

Há três métodos de alimentação: livre escolha, alimentação de tempo controlado, e a alimentação com rações controladas. A livre escolha é quando há mais alimento do que o animal consome e sempre disponível, onde se limpa o prato do animal todo dia e renova-se o alimento. A alimentação de tempo controlado fornece ao animal mais alimento do que ele consome dentro de um período de tempo, geralmente entre 5-30 minutos e depois se retira. A alimentação com ração controlada administra-se ao animal uma quantidade específica de alimento, porém inferior a quantia que o cão comeria se o alimento não fosse restrito. Ambas alimentações são administradas uma ou mais vezes por dia.

O método de livre escolha apresenta algumas vantagens como: causa um efeito de tranqüilidade ao ambiente, desestimula a coprofagia, e diminui a agressividade entre os animais. Mas também apresenta desvantagens: o cão com anorexia não é diagnosticado, principalmente quando possui mais de um cachorro, outro problema é que o cão pode vir a ficar obeso. Esse método pode ser variado entre os cães, pois alguns comem em pequenas refeições várias vezes ao dia, enquanto outros comem uma grande refeição uma vez ao dia. Recomenda-se que seja utilizada em filhotes que já alcançaram 90% de peso adulto, prevenindo doenças esqueléticas.

A alimentação com refeições controladas é o melhor método, pois permite ao criador um alto grau de controle sobre a dieta do animal. Esse método permite que o proprietário acompanhe o consumo alimentar do animal e observe qualquer alteração na ingestão ou comportamento alimentar. A desvantagem é que requer mais tempo e conhecimentos do criador, normalmente esse problema ocorre quando há um grande número de animais.

Animais alimentados somente durante a noite suplicam alimento o dia todo e são inquietos, e os que são alimentados durante a manhã suplicam janta e choram durante a noite, portanto para minimizar esses problemas o melhor é uma alimentação pela manhã e uma pela noite que também previne a dilatação gástrica aguda e vólvulos e torções.

Evitar aperitivos e restos, o excesso desses alimentos resulta em dieta inadequada, desbalanceada, e obesidade. Evitar doces, ossos pequenos, ossos de galinha, pois podem acomodar-se na boca ou no trato gastrintestinal, e quebrar os dentes.

A dieta apropriada é rica em fibras, pois aumenta a quantidade gastrintestinal e diminui a densidade calórica tendo como desvantagem a quantidade de fezes produzidas em maior quantidade, mas é vantagem no tratamento da coprofagia. Os carboidratos fornecem energia. E os principais minerais são o cálcio e o fósforo que são úteis nas ossificações e formação de dentes. A deficiência de nutrientes é comum em cães alimentados com dietas pobres, inadequadas ou caseiras.

Fonte:

Roberta Todisco Genaro



 

Opinião dos leitores · 14 Comentários

Temos 14 respostas para "Como alimentar o seu cão".
  1. petescadas diz:

    19 de julho de 2010 as 3:40

    Animais obesos são muito ajudados com o uso de escadas e rampas. E mais ainda com o avanço da idade. http://www.petescadas.com ajuda em muito nossos animais em seus melhores dias

  2. Ricardo diz:

    19 de julho de 2010 as 14:50

    Olá, gostaria de saber se problema na pela do cachorro pode ser causada por uma alimentação inadequada. Como por exemplo: Dar osso de galinha diariamente ao cão?
    grato!

  3. gabi diz:

    6 de agosto de 2010 as 19:43

    como eu posso dar a comida na boca para um cão chamado akita sem ter medo?

  4. Joana Correa diz:

    27 de agosto de 2010 as 20:01

    Boa tarde!
    Por favor, me ajudem!!!!!
    Meu filhote de poodle (5 meses) estava se alimentando normalmente com a ração para filhotes, porém começou a trocar os dentes e então se interessa mais pela ração e meu marido acabou oferecendo algo diferente para ele como pão, mortadela, etc. Quero que ele volte a comer a ração, mas para isso é preciso deixá-lo com fome? Não será muito tempo sem comer? O que devo fazer????
    Obrigada
    Joana

  5. Fernanda diz:

    30 de agosto de 2010 as 0:15

    Volte a dar ração em horários fixos. Com o tempo ele irá adaptar novamente.

  6. BucknerAlicia diz:

    12 de outubro de 2010 as 0:58

    Different people all over the world receive the mortgage loans from various banks, just because that is comfortable and fast.

  7. marisa santos diz:

    7 de janeiro de 2011 as 7:27

    bom dia tenho um pincher de 3meses.ele apanhou uma pancriolite e faz um gesto de vomitos e tem ar no estomago,ja fui ao veterinario e ele ja ta medicado so k nao vejo grandes melhoras, tenho k dar uma seringa de remedio e as vezes ele nao deixa dar.o k faco estou desesperada,

  8. Eliane diz:

    6 de abril de 2011 as 16:49

    Gente, tenho uma shih- tzu de 5 meses. Estavamos dando comida 4 vezes ao dia( a quantidade recomendada na ração dividida em 4 vezes).O problem é que ela está muito gordinha… como alimentá-la corretamente??/

  9. alba diz:

    14 de julho de 2011 as 17:34

    tenho 2 pastor alemão adulto e 3 mestiço de fila com pastor,
    estou dando alimento uma vez por dia as 2:00 da tarde, esta correto, e também qual seria o melhor horário para alimenta-los, para que eles façam suas fezes dentro do canil, pois são soltos a noite, obrigada alba

  10. Eliane diz:

    26 de outubro de 2011 as 11:51

    Olá gostaria de saber se REALMENTE é necesário e importante a inclusão do patê na ração de meu cachorro poodle que tem 2 anos e meio de idade. Ou poderia dar a ele somente a ração ?

  11. carlos diz:

    19 de abril de 2012 as 2:53

    tenho um são bernardo sempre coloco um pouco de comida na ração dele ele come bem se não colocar não come dou um pão filaõzinho todo dia to percebendo que tem dor de ouvido devo parar com essa alimentação me responda por favor

  12. carlos diz:

    19 de abril de 2012 as 2:56

    DESCULPE ME É O ~CÃO SÃO BERNARDO BETHOVEM.

  13. Philinda diz:

    23 de abril de 2012 as 4:26

    Mighty useful. Make no miatske, I appreciate it.

  14. amanda diz:

    7 de janeiro de 2013 as 19:02

    olha pra vc q tem um akita eu ja tive um também
    pra ele vc pode dar ração, mas sempre complementando sua alimentação com frutas verduras e legumes mas jamais dê alimento com temperos nem cebola, alho, pimenta essas coisas que fazem temperos. pois os akitas tem o organismo muito frágil
    espero ter ajudado!

  • RSS
  • Facebook
  • Orkut
  • Twitter