O Cachorro Rottweiler

A mordedura do Rottweiler é mais forte que a do Pitbull e a do Pastor Alemão. Com uma força de cento e quarenta e oito quilos, o segredo se encontra no tamanho da cabeça. Quanto maior a cabeça, mais forte a mordida;
Sem variação de coloração, seus lábios são sempre pretos, bem como sua pelagem, adornada com castanhas ao redor da boca, ombros e patas, bem como manchas sobre os olhos;
O corte da cauda do Rottweiler é coibido em vários lugares do planeta, inclusive no Reino Unido. Todavia, nos Estados Unidos, ainda é autorizado e praticado. Eles eram cortados outrora por questões de praticidade, com finalidade de não incomodar o trabalho;
Graças à reprodução às vezes desenfreada e sem equilíbrio da raça, Rottweilers possuem uma grande propensão a apresentar problemas na ossatura;
Will Smith é um tutor orgulhoso de um grupo de 4 Rottweilers,
A raça recebeu este nome em homenagem à cidade de Rottweil, na Alemanha, local onde trabalhava com pastoreio desde a época medieval;
Jake, um Rottweiler de 2 anos, estava passeando com sua proprietária, Liz Maxted-Bluck, em 2008, no momento em que escutaram gritos de uma mulher que estava sendo molestada. Ele localizou o agressor e a vítima em um matagal espesso, espantou o estuprador, levou sua tutora no local do crime e ficou vigiando as mulheres até a hora que a polícia chegou. O homem foi condenado e preso por 4 anos. Jake recebeu uma medalha e ganhou um prêmio de coragem pela polícia local;
Os filmes Máquina Mortífera 3, Prá Lá de Bagdá e a série da HBO Entourage, todos mostram cachorros da espécie Rottweiler de maneira positiva.

Origem e História do Lindo Cachorro Rottweiler

guia-rottweiller O Rottweiler é uma das espécies mais remotas que se tem notícia, tendo acompanhado as legiões Romanas através dos Alpes, servindo de guarda aos indivíduos e tocando o rebanho. O Rottweiler adquiriu seu nome da antiga cidade de Rottweil: Rottweiler Metzgerhund (Cachorro de açougueiro de Rottweil – uma vez que os açougueiros criavam a raça com a única finalidade de trabalho).
Naquele tempo, os cães passaram por um processo de miscigenação, mas conservaram sua incumbência principal de proteção e boiadeiro usual a grandes espécimes. Atualmente, poucos cães ainda são empregados com o fim do pastoreio, todavia, contudo, o Rottweiler é uma das espécies favoritas de quem busca um cachorro de guarda quieto, circunspecto e, principalmente, profundamente eficiente e audaz.
Independente de todas as suas características, o Rott quase foi extinto e somente escapuliu desse triste destino na ocasião em que, em 1910, foi selecionado pela polícia alemã para colaborar no trabalho, juntando-se ao Pastor Alemão e ao Airedale Terrier.
A espécie chegou em território brasileiro em 1970, e em pouco mais de vinte anos se tornou uma das mais populares. No ano de 1995 foi a raça “nº 1” do Brasil, tendo a maior quantidade de filhotinhos registrados, assim como na Europa e nos Estados Unidos.

Aspectos Físicos do Cachorro da Raça Rottweiler

Trata-se de um cachorro enorme, nem pesado nem leve. Não é muito elevado, seu corpo é pequeno, compacto e atlético. De inteligência louvável, a devoção e dedicação ao trabalho são esplêndidas, tal como a disciplina, incorruptibilidade, força e afinco.
Sua característica física mais inesquecível é a robustez do corpo e cabeça (estrutura molossóica), tal como seus pelos característicos: preto com manchas em marrom avermelhado, perceptivelmente definidas. Seu porte musculoso (sem nunca ser obeso) e suas características de personalidade o qualificam de maneira inequívoca às suas funções.
O próprio parâmetro da raça salienta que, além de seu físico musculoso, é um cachorro que está sempre atento e tem enorme potencial de notar a ocasião em que há ou não uma ameaça, quer dizer, não é um cão que ladra ou ataca a qualquer momento e sequer a qualquer um.
Consoante os criadores, o Rott tem grande apego aos donos, dá-se bastante bem com criancinhas (contanto que sejam criados desde novos) e é enorme a simplicidade para aprender e acatar (acha-se nono lugar na tabela do impresso “A Inteligência dos Cães”).
Possuidor de uma mordedura poderosa, consequência natural de seu porte físico, o Rottweiler adulto tem que receber ossos (preferencialmente rótula bovina ou fêmur) cada vez que possível, visando trabalhar e fortificar seu maxilar.

Temperamento do cão Rottweiler

O Rott detém uma maneira bem característica de marcar seu território, descrevendo círculos em volta de toda propriedade a ser vigiada. Caso uma pessoa estranha invada seu território é imediatamente barrado pelo cachorro. Não é um cachorro violento nem desnecessariamente ofensivo. Antes de atacar dá indícios bastante claros de sua pretensão, concedendo, desta forma, chance do invasor recuar anterior ao ataque. Esta característica é marcante de sua forma de proteção e garante aos proprietários grande tranquilidade e já que em certas ocasiões eles nem ao menos veem que alguém procurou penetrar o lar.
Sagaz, tem olfato apurado e boa memória, o Rottweiler tem um crescimento mais tardio do que cães de outras espécies, sendo considerado adulto após os dois anos de idade. É geralmente manso e sereno, impondo-se pela imponência que demonstra ter e por sua histórica coragem.
De acordo com o critério da raça, o Rottweiler tem boa índole, é calmo, bastante dedicado, obediente, amorável e doido para trabalhar. Como acontece com qualquer outra espécie, o hábito potencialmente hostil em cães da espécie Rottweiler, no geral, é resultado da posse inconsequente, abuso, imprudência ou falta de socialização durante a etapa de crescimento.

Privilégios de Ter um Cão Rottweiler

É um cão muito fiel, devotado aos membros da família, tranquilo com as criancinhas, contanto que criado com elas, além de ser uma fantástica amizade. É um cachorro bastante inteligente, obediente, possui um enorme dom para executar inúmeras funções como cão policial e cachorro vigia. Figura-se como um cão equilibrado e que possui um intenso instinto de proteção, mesmo assim é tranquilo, atlético e, especialmente, muito dedicado para à família. Seu amadurecimento psicológico acontece somente depois de dois anos de vida.
São bastante dinâmicos, por isso precisam de bastante exercício. Naturalmente ele irá achar esquisito indivíduos desconhecidos, todavia deve ser estimulado a não ter este tipo de hábito. É um cão considerado sagaz e pouco violento, independente de ter habilidades de um excelente cachorro de alerta e de proteção.
Por poder se tornar um cachorro bravo e ter um comportamento forte, necessita muitas vezes ser refreado, e em razão do seu porte forte, precisa exercitar seus músculos, por isso ter um enorme espaço para que ele corra e faça a sua patrulha, dado que é um excelente cachorro vigilante, é uma ótima alternativa.

Doenças normais do Rottweiler

problemas-rottweiller Como todo cão enorme, de desenvolvimento acelerado, os Rottweilers são bastante suscetíveis à displasia. Estudiosos dizem que cerca de 15% dos filhotes sofrem da disfunção. É fundamental verificar cuidadosamente a procedência dos pais e o registro negativo para displasia e/ou em grau admissível para o acasalamento.
Outro dos problemas bem comuns aos nossos Rottweilers é a chamada “linha superior frouxa”, que em vez de ser firme ao andar, balança para baixo e para cima, gerando um desperdício de energia e provocando cansaço mais rapidamente.
Há também numerosos exemplares com olhos claros e lábios e gengivas rosadas, o que não é desejável na espécie por ser sinal de despigmentação.
Outras faltas desqualificantes que evitam o cruzamento são olhos amarelados e cada um de uma cor. Entrópio (cílios entram nos olhos) ou ectrópio (pálpebra inferior tombada). Dentadura prognata (arcada inferior sobressalente à superior), retrognata (arcadas não se encostam), ausência de molares ou pré-molares. Pelagem claramente comprida ou crespa, manchas alvas na pelagem. Machos com aparência afeminada e fêmeas com aparência masculinizada, machos com só um ou nenhum testículo. Comportamento medroso, retraído, com fobia a ruídos de tiros e altamente receoso ou estressado.
É necessário assegurar-se a respeito de prováveis problemas de temperamento, dado que problemas de animais agressivos têm crescido muito nos últimos anos.

Como Cuidar de um Rottweiler

O Rottweiler autoritário necessita de um dono que possa tratá-lo e domá-lo. Exige foco em treino e socialização para prevenir o crescimento de comportamento violento ou irrequieto. É aconselhável vigiar a dieta, fornecendo uma alimentação regrada e sem abusos com a finalidade de evitar que ganhe muita gordura.
Sendo a natureza do Rottweiller de excessivo trabalho e atividade, é significativo que a espécie viva em lugar com espaço suficiente para a prática de exercícios físicos constantes, caso contrário, seu equilíbrio e docilidade são capazes de ser abalados. O aconselhado é que a raça possa praticar atividades duas vezes por dia (preferencialmente, em espaços abertos e cercados, pois o cachorro se sente melhor toda vez que pode ficar sem coleira), sendo que ele deve ser levado para fora da residência – ainda que ao jardim – a fim de que esse tipo de exercício seja realizado.
Além de poder destruir a residência com seus divertimentos, os cães Rottweiler possuem uma enorme inclinação a se tornar acomodados e ociosos enquanto no conforto do lar e, por causa disso, levar o espécime para ambientes diferentes e abertos é sempre a melhor escolha com finalidade de incentivar o nível de energia e atividades dessa raça.

Os Filhotes do pet Rottweiler

filhotes-rottweiller Os filhotinhos necessitam de ter pelos brilhosos, olhos vivos e nenhuma espécie de secreção no nariz. Como todo filhotinho, são arteiros, contudo exigem do proprietário uma conduta forte, visto que o Rottweiler precisa ter bem nítido quem é o líder da residência. Com o objetivo de evitar problemas de temperamento posteriores, como a hostilidade demasiada, precisa-se socializar o filhote permitindo contatos com as visitas e outros cachorros. De acordo com o novo parâmetro da raça, os filhotes não devem ter mais a cauda cortada.
Para fazer uma excepcional escolha na hora de optar por filhote, procure sempre ver o animal no decorrer de alguns minutos a fim de analisar se não é medroso e se tem boa audição (estale os dedos e veja se ele procura a fonte do som). Evite adquirir filhotinhos que rosnem ou chorem ao serem carregados, o que é capaz de revelar desvios de personalidade (hostilidade exagerada ou medo).
Os filhotinhos têm certa tendência à gastroenterite – inflamação do intestino e do estômago e que ocasiona diarreia e vômito. A única forma de evitar seu aparecimento é manter o esquema de vacinação regular e seguir as regras primordiais de limpeza do canil.

O Cachorro Rottweiler
Avali esta postagem

Deixe uma resposta