Fique atento! Cachorro à solta na rua pode levar à cadeia

Cachorro solto nas ruas pode provocar muita dor de cabeça ao seu proprietário. Além do incômodo de precisar ficar procurando por ele, é preciso torcer para que ele não seja atropelado ou maltratado. Entretanto, além da proteção do cão, agora você poderá sentir também nos bolsos.

Na cidade de Campo Grande, agora não se pode mais deixar cachorro solto nas ruas, visto que a multa pode chegar a até 15.000 reais. Para as pessoas que pensam que deixar animais livres é normal, elas irão precisar pensar sobre. A medida foi estabelecida para a proteção dos transeuntes e, inclusive, para a própria segurança dos cães.

Essa iniciativa é fascinante, visto que faz com que os donos pensem a respeito se necessitam ou não deixar seus cães à solta por aí. Há diversas formas de estes cães sumirem, seres maltratados ou até mesmo mortos. Entretanto, é melhor você prosseguir com a leitura para compreender melhor a respeito dessa iniciativa. Vamos lá?

Deixar cachorro solto nas ruas? Não faça isso!

cao-de-rua Cachorro solto nas ruas sempre foi motivo de discussão e de várias reclamações. De agora em diante, a lei de proteção aos animais, que toda vida foi válida, começou a ser seguida regularmente. Para quem for intimado e não solucionar a situação está sujeito a ter que desembolsar de R$ 100 a R$ 15 mil de multa.

Sete pessoas já foram autuadas pela Prefeitura por não tomar conta corretamente ou largar espécimes, na maioria das situações, doentes. Os nomes foram veiculados no DOM.

O que a Lei determina

A Lei Federal 9.605/98 diz que efetuar ato de violência, maus-tratos, machucar ou mutilar animais silvestres ou domesticados, nativos ou exóticos está sujeito de três meses a um ano de prisão mais multa, que tem chance de aumentar 1/6 a 1/3 se acontecer o perecimento do animal.

Espécimes perambulando pelas ruas e subsequentes acometidas a pessoas podem gerar problema na justiça a seus proprietários. Se existe todo tipo de ferimento praticado por bichos, o responsável pelo animal responde por lesão corporal culposa, de acordo com o Código Penal.

O delegado da Polícia Civil Enilton Zalla esclareceu que há tipificações no Código Penal e na Lei das Contravenções Penais.

“Lesão corporal culposa, se existir algum tipo de lesão praticada pelo espécime, dentro do artigo 129 parágrafo 6º do Código Penal, com retenção de 2 meses a 1 ano. Se este animal não está preso, zanzando pela rua, colocando em perigo as pessoas, seria supressão de cautela na guarda ou condição do animal”, afirma o delegado.

Não ocorre só com cachorros ou gatos – Criar aves impropriamente também é contra a lei

galinhas Na lista que foi publicada no Diário Oficial, duas pessoas foram intimadas por estar criando galinhas em áreas urbanas.

Embora seja uma realidade habitual, principalmente na periferia, as aves são objeto de discussão em decorrência do odor forte. Além disto, a criação de galinhas proporciona o aumento do número do mosquito vetor da Leishmaniose, que ao picar um cachorro ou um indivíduo transmite a disfunção.

Caso a pessoa seja autuada, ela tem quinze dias para apresentar defesa na Coordenadoria de Julgamentos e Consultas.

Cuidados a serem tomados

A principal sugestão é conservar o ambiente agradável e interessante para os animais domésticos. Recorde-se de não deixá-lo fora de casa durante todo o dia ou ajudá-lo a sentir que o lugar pertence a ele. Treine o seu animal e sempre faça algo novo, como brinquedos ou recompensas, passando um pouco com ele a cada dia.

Uma coleira com uma medalha de identificação é um ótimo acessório para ter em casa, visto que ajudará a reencontrá-lo se ele fugir. Em dias de festa, deixe o seu amigo canino dentro da residência e perceba o comportamento dele.

Cachorros não gostam das pessoas que não gostam de seus proprietários – Conheça tudo sobre

Cães não gostam de quem não gosta de seus donos ! Será verdade isso? Todas as pessoas já ouviram aquela famosa frase: “O cão é o melhor amigo dos homens”. Mas, e se dissermos que, além de melhores companheiros, eles ainda podem ser “oponentes” dos que não gostam da gente? Uma pesquisa comprovou que os cães não gostam de quem não gosta de seus donos. Entenda o porquê disso.

Estudiosos da Universidade de Kyoto, no Japão, descobriram que cachorros não gostam das pessoas que não gostam de seus proprietários e, além disto, recusam alimentos dados por pessoas que desrespeitam seus donos. O estudo, que foi publicado no periódico científico “Animal Behaviour”, em 2015, demonstra a capacidade altamente refinada dos bichos em colaborar socialmente – até com outros bichos -, qualidade incomum entre as raças.

Em tal caso, se você notar que seu cachorro se arrepia só de passar perto de algum indivíduo, é aconselhado abrir os olhos. Esses animaizinhos, além de amigos, podem nos salvar de várias encrencas e de indivíduos que não desejam o nosso melhor. Agora que você sabe do que falaremos nesse texto, siga lendo e saiba mais a respeito.

Como o teste foi executado?

Liderados por Kazuo Fujita, doutor em Psicologia, os especialistas testaram cinquenta e quatro cães, divididos em três conjuntos. O primeiro conjunto ganhou refeição de uma pessoa que, perante eles, se recusou a auxiliar seu dono a abrir a lata de comida.

Porém, ao mesmo tempo, os cachorros poderiam optar pela refeição servida por um indivíduo “imparcial”, desconhecido do cão e que não mostrou qualquer emoção na situação.

Num segundo conjunto, os animais tinham as seguintes possibilidades: selecionar a refeição servida por alguma pessoa que ajudou o seu dono a abrir a lata de comida ou apanhar a refeição servida por um indivíduo neutro.

O último conjunto também poderia escolher entre duas pessoas, entretanto nenhuma delas teve convívio anterior com os proprietários dos bichos de estimação.

Em cada conjunto, os pesquisadores repetiram os ensaios 4 vezes. No primeiro grupo, um único cão escolheu a refeição da pessoa que desrespeitou seu dono. Já nos outros grupos, os cães não revelaram preferência ou reprovação por quem eram servidos.

Como afirma Fujita: “Pela primeira vez, avaliamos como os cachorros fazem avaliações sociais e emocionais dos seres humanos, sem depender de seu interesse direto”. Os cientistas mostram que os cães podem julgar um indivíduo com base em seu temperamento. Isso evidencia um importante traço que ajuda na colaboração em sociedade.

Afinal, por qual razão os cães não gostam de quem não gosta de seus donos?

cachorro-bravo No decorrer de um encontro, a linguagem de corpo do proprietário irá mudar, assim como seu estado de ânimo. Isto é uma coisa que os cães serão capazes de interpretar e diagnosticar, assim eles sentem alguma coisa em relação à pessoa.

Da mesma forma, o mesmo estudo definiu que os cachorros também não gostam das pessoas que têm atitudes ruins ou são rudes com seus animais de estimação. Por isto, em qualquer caso, irão se recusar a dar alguma atenção, mesmo que estas pessoas deem atenção, ração e chamegos.

Conforme estas reações é possível afirmar: os cães não gostam de quem não gosta de seus donos . E, mais além, não gostam também dos que não mostram nenhum tipo de simpatia com os seres humanos próximos. Com efeito, este tipo de conduta só é constatada nos conjuntos humanos e de primatas. Isto se torna uma descoberta bastante essencial na linha da intelectualidade e psicologia dos animais.

Conclusão

cachorro Os cachorros adoram as pessoas, isso é de conhecimento de todos! Mesmo que determinadas pessoas pensem que é por causa da alimentação e dos carinhos que recebem, existe algo mais. Os cães percebem quando alguma pessoa gosta (ou não) deles. Consequentemente, fique satisfeito quando o cachorro fica alegre ao ver você, isto é indício que você tem bons sentimentos.

Aquele que vai até sua moradia e não nutre qualquer tipo de sentimento pela sua pessoa, é melhor ficar atento. Os cães sentem quando alguém não gosta de seus donos e irão fazer o que puder para alertar seus donos. Agradeça a seus cachorros por eles estarem próximos e sempre atentos a tudo e a todas as pessoas.